Diário das Gravações: Dia 08 – Último Dia (por Marck)

Quinta pela manhã, dia pra gravar o que faltava. Fui com Al Lima até o Broadband (que o Valmick chama de “Cortonesi Studios”) para gravar os baixos e o violão de Suspended. Gravação do baixo foi tranqüila. Como ocorreu na maior parte das sessões, nosso baixista também se abriu a sugestões, sobretudo em Third Prelude. Mas com todas as idéias, sugestões e takes, tudo foi resolvido sem muita demora. A linha de baixo de Third Prelude ficou muito interessante. Em alguns momentos, o baixo foge um pouco de alguns padrões do hard rock e se “descola” dos riffs de guitarra, fazendo sua própria linha independente, enriquecendo a música. Suspended não deu trabalho algum. O timbre do baixo está matador, conferindo peso e punch na medida a Third Prelude e “amarrando” à cozinha em Suspended Garden. Para esta última, Al teve também que assumir o violão, sem problemas.

Dever cumprido. Esse é o sentimento de toda a banda. Temos certeza de que fizemos o melhor registro possível de duas canções escolhidas por mostrarem muito bem a cara da Aphroditte e do hard rock que praticamos. Nos próximos dias disponibilizaremos Third Prelude e Suspended Garden para todos vocês!

 

Forte abraço da família Aphroditte!

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Diário das Gravações: Dia 7 (por Marck)

Voltei a acompanhar as gravações nesse dia. Chegamos e a Winnie, já à vontade, por conta do dia anterior, foi se encaminhando ao seu posto, na sala de gravação, em frente ao microfone. Winnie gravava um trecho, pausava, bebia um gole d’água, passava para outro trecho. Dessa forma sua voz se manteve forte durante toda a música. Por alguns momentos, fiquei próximo a ela para tirar fotos e filmar. Achei que ela estaria se esgoelando, porque sua voz saía alta e clara nas caixas, na sala ao lado. Mas não. Próximo a ela, via que nossa vocalista pouco esforço fazia, e não gritava a plenos pulmões, como eu imaginava. Certamente o resultado saiu bem natural e isso vai tornar a música ainda melhor.

A gravação transcorreu de forma calma, sem pressa. Após a gravação, tiramos algumas fotos com o caio e ouvimos o resultado até o momento, como de praxe. Aproveitamos e ouvimos Suspended Garden, que eu não tinha ouvido com as vozes gravadas. Fiquei muito contente com o resultado. Suspended ficou muito rica com as camadas de backing vocals. Todos estamos muito empolgados com o nível que as músicas estão atingindo!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Diário das Gravações: Dia 6 (por Marck)

Esse foi o meu “day off” das gravações. Pedi para o Valmick registrar com fotos e vídeos a gravação dos vocais. Nesse dia foram, além da Winnie, o Al Lima e o Valmick.  A participação do Al é fundamental, na minha opinião, na gravação dos outros membros da banda. Ele é o compositor da maioria das músicas da Aphroditte e sua intervenção sobre como ele pensou cada música e a mensagem que cada uma deve passar é extremamente importante. Valmick, por sua vez, é o consultor oficial de vocais e backing vocals da banda. Montar os backing vocals, estruturá-los e definir notas cantadas, além da supervisão durante a gravação, são papéis do Valmick. Inclusive, descobrimos que ele foi companheiro de coral do Caio, hoje nosso produtor e vocalista da Dynahead, num passado longínquo e obscuro.

Acredito que tenha sido o único caso onde Suspended Garden deu mais trabalho que Third Prelude.  Foram diversos backing vocals, sobrepostos e encaixados em partes específicas da música, e deram algum trabalho em sua construção. Vale ressaltar aqui que o desempenho da Winnie foi prontamente elogiado pelo Caio. Ele afirmou que nossa querida frontwoman foi uma das melhores vocalistas que já passaram por seu estúdio. Muito orgulho!

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Bem Vindo, Ricelly Lopez!

Conheçam o novo dono das bases da Aphroditte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse moleque aguenta a bronca bem demais e estamos felizes de poder contar com ele pra fazer um hard rock cada vez melhor e mais matador!

Ricelly já está ensaiando conosco e precisou de apenas um dia para se encaixar na banda. O veremos em breve nos palcos! Estamos todos ansiosos!

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Diário das Gravações: Dia 5 (por Marck)

Quando perguntei uma semana antes da gravação: “Valmick, os solos estão prontos?”, ele respondeu: “Rapaz, ainda não…”. No entanto, não fiquei preocupado.  Três dias antes, ele me ligou e disse: “Os solos estão prontos, gostaria que você ouvisse”. Infelizmente não pude encontrá-lo, mas ainda assim não fiquei preocupado. Fomos ao estúdio num sábado à tarde. Valmick levou três guitarras, mas sua intenção sempre foi gravar com uma só, sua guitarra rosa furta-cor (não por coincidência o mesmo nome de seu fã-clube pessoal). As outras eram “só pra testar”.

Eu não me preocupei com a concepção dos solos e o momento da gravação me provou estar certo. Os principais solos, mais melódicos e emotivos, já estavam prontos. O primeiro solo de Third Prelude, mais punchy, ficou pendente e Valmick preferiu criá-lo no estúdio, com auxílio do Caio e meu, dando sugestões e idéias. Third Prelude é composta por três solos curtos, marcando passagens climáticas diferentes. Os dois últimos solos estavam prontos e afiados, e ele precisou de poucos takes para terminar cada um.

Os solos ficaram bem encaixados, certeiros. Os solos de Suspended Garden contam com notas muito bem escolhidas, bonitas mesmo.  A música conta com dois, um no meio e outro no final. O primeiro solo é o clássico, que já vinha sendo executado há anos, nos nossos shows. O segundo solo é novo, e emprestou uma vitalidade sem par à música. Notas certeiras deixam essa balada ainda mais bela e hard. Lovy Metal puro. Foi um dia muito produtivo e divertido no estúdio.

Ah… o Valmick faz umas caras muito engraçadas quando erra os takes!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

You know where you aaaaaaaaare?

Ontem todos nós da Aphroditte fomos conferir a banda Breakdown, do nosso amigo Diógenes Vaz, no América Rock Club, em Taguatinga. Ótimo cover do Guns N’ Roses, muito competentes! Fomos brindados com uma noite de sexta muito divertida, ao som de Sweet Child O’ Mine, Civil War, November Rain, Paradise City…

Gostaríamos de agradecer pela ótima trilha sonora da noite, a cargo da galera da Breakdown, e também pelo carinho do Diógenes com a Aphroditte. Obrigado, parceiro!

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Diário das Gravações: Dia 4 (por Marck)

No quarto dia, foi a vez do guitarrista base de ofício fazer a parte dele. Como foi praxe, Third deu mais trabalho. Rafa, que deixou a banda recentemente para se dedicar a outros projetos, imprimiu a firmeza necessária e encorpou bastante as bases das músicas. Apesar de algumas dificuldades (vale destacar ter que descobrir quais eram os “acordes alienígenas” tocados pelo Valmick em Third) o resultado final ficou excelente. Com as doses necessárias de peso e precisão na pegada do guitarra base.

Esse foi um dia longo e cansativo. Pra mim, acompanhar as gravações das guitarras base foi a parte mais enfadonha de todas, devo confessar. Nessas horas lamento não saber tocar guitarra também, para poder contribuir ao invés de só ficar lá ao lado, observando…

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário